Inspiração da semana!

>> sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Olá!!!

Quero agradecer muito a todos, pelos comentários carinhosos e pelas participações no sorteio e no Concurso da Rubbermaid! Obrigada mesmo por tudo! Amo esse blog e escrever aqui e conversar com vocês todos os dias é uma das minhas maiores alegrias!

E minha inspiração essa semana é essa cama ai na foto! Por mim seria um sofá, ando apaixonada por ele! Quero um!! *_*


Lindo ne?!
Fonte

E para uma boa leitura essa semana, escolhi um texto da Martha Medeiros que adoro!

A IMPONTUALIDADE DO AMOR

Você está sozinho. Você e a torcida do Flamengo. Em frente a tevê, devora dois pacotes de Doritos enquanto espera o telefone tocar. Bem que podia ser hoje, bem que podia ser agora, um amor novinho em folha.

Trimmm! É sua mãe, quem mais poderia ser? Amor nenhum faz chamadas por telepatia. Amor não atende com hora marcada. Ele pode chegar antes do esperado e encontrar você numa fase galinha, sem disposição para relacionamentos sérios. Ele passa batido e você nem aí. Ou pode chegar tarde demais e encontrar você desiludido da vida, desconfiado, cheio de olheiras. O amor dá meia-volta, volver. Por que o amor nunca chega na hora certa?

Agora, por exemplo, que você está de banho tomado e camisa jeans. Agora que você está empregado, lavou o carro e está com grana para um cinema. Agora que você pintou o apartamento, ganhou um porta-retrato e começou a gostar de jazz. Agora que você está com o coração às moscas e morrendo de frio.

O amor aparece quando menos se espera e de onde menos se imagina. Você passa uma festa inteira hipnotizado por alguém que nem lhe enxerga, e mal repara em outro alguém que só tem olhos pra você. Ou então fica arrasado porque não foi pra praia no final de semana. Toda a sua turma está lá, azarando-se uns aos outros. Sentindo-se um ET perdido na cidade grande, você busca refúgio numa locadora de vídeo, sem prever que ali mesmo, na locadora, irá encontrar a pessoa que dará sentido a sua vida. O amor é que nem tesourinha de unhas, nunca está onde a gente pensa.

O jeito é direcionar o radar para norte, sul, leste e oeste. Seu amor pode estar no corredor de um supermercado, pode estar impaciente na fila de um banco, pode estar pechinchando numa livraria, pode estar cantarolando sozinho dentro de um carro. Pode estar aqui mesmo, no computador, dando o maior mole. O amor está em todos os lugares, você que não procura direito.

A primeira lição está dada: o amor é onipresente. Agora a segunda: mas é imprevisível. Jamais espere ouvir "eu te amo" num jantar à luz de velas, no dia dos namorados. Ou receber flores logo após a primeira transa. O amor odeia clichês. Você vai ouvir "eu te amo" numa terça-feira, às quatro da tarde, depois de uma discussão, e as flores vão chegar no dia que você tirar carteira de motorista, depois de aprovado no teste de baliza. Idealizar é sofrer. Amar é surpreender.

E para quem ainda não participou do sorteio do Brincando de Decorar + Além da Rua Atelier, clique aqui e concorra a uma arte da Vero!
E para participar do Concurso da Rubber e concorrer a uma camêra digital da Samsung essa semana, clique aqui !

Um ótimo final de semana para todos!
E espero voltar com novidades na segunda e até um blog novinho em folha!

Beijoss!

12 comentários:

cashemere 22 de outubro de 2010 09:14  

Oii!!!!
Muito legal esse texto adorei!!!
Bjks
Débora

Isabel Cristina 22 de outubro de 2010 11:05  

Oi Débora, linda a cama feita com palet! Inventam de tudo para se fazer com eles! E o melhor, fica tudo lindo! Estou na correira, só passei para deixar um oi e desejar um ótimo final de semana! Beijocas

Edilaini 22 de outubro de 2010 15:07  

Também sou louca, para fazer um sofá de palet, mas o dificil é achar um palet (moro do interiorrr), até já vi e sentei, num sofá, parecido com este, super macio, e o tecido era chita lindo, tive altas ideias para fazer um, cheguei até riscar as madeiras para fazer um, mas minha mãe resolveu fazer outro modelo, e sem chita.Ela aproveitou um colchão de casal que ela tinha e mandou um estofador fazer, isso deve ter uns dois anos ou mais, mas agora esse sofanete, está na minha casa e eu tô querendo dar uma reformada nele e em outro sofá-cama que tenho.
Quando fazer, vou postar no blog, tô esperando o estofador ir na minha casa para fazer o orçamento.

Brigadinho pela visita...
Bjos.

Márcia 22 de outubro de 2010 16:16  

Um charme mesmo esta cama !!!
Bom fim de semana pra vc
Beijim

Dani Coelho 22 de outubro de 2010 16:40  

Débora, lindo esse sofá/cama! Adoro coisas feita com palet.
Beijos!

Nárriman 22 de outubro de 2010 17:56  

Boa ideia de utilização dos palets.
AQmei o texto!
bjk

Nicelle Almeida 22 de outubro de 2010 20:19  

Gente, que cama lindaaa e super aconchegante. Eu reinava nela kkkkkkkkkkk
Amei o texto tb!!!
Um beijão, minha flor e ótimo final de semana.
Passa lá no blog ;)
www.nicellealmeida.blogspot.com

nemacharmosa 22 de outubro de 2010 22:13  

Oi Débora, incrível estão fazendo tudo com palet, é o máximo muito bonito este sofá e que belo texto.
um fim de semana com muita paz querida.
bj

www.cha-com-biscuit.blogspot.com 23 de outubro de 2010 19:08  

Oi Debora, divulguei teu sorteio no meu blogue. Um bom final de semana para ti.
Abraços.

Camila,  23 de outubro de 2010 23:43  

Irmãã que texto lindo1 amei =)

Eu quero e vou... 24 de outubro de 2010 15:12  

Querida seu blog é lindo mas,
Adorei o texto: IMPONTUALIDADE DO AMOR...achei fantástico, acho que tenho q ser mais atenta...devo ter cruzado com ele varias vezes e não enxerguei..
Bj Querida.

Ivea Coelho 25 de outubro de 2010 00:26  

oiii, gostei bastante do seu blog, já estou te seguindo. beijos

Postar um comentário

Olá! Ficarei muito feliz com seu comentário! Volte sempre! Beijos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...